09/02/2021 09:40:53
Sefaz conclui planejamento estratégico com metas para os próximos 100 dias




Sefaz conclui planejamento estratégico com meta para os próximos 100 dias e criação de escritório de projetos

Visando aperfeiçoar cada vez mais a qualidade da prestação de serviços aos contribuintes, gestão fiscal e transparência, a Secretaria municipal da Fazenda – que já ocupa o 1º lugar em gestão Fiscal do Brasil desde 2018, segundo o índice Firjan Desenvolvimento Municipal – reuniu seus principais gestores, entre os dias 04 e 06 de fevereiro no 1° planejamento estratégico da pasta.

Foram três dias de atividades. Primeiro, foi trabalhado o entendimento e desafios da Sefaz para construção dos objetivos estratégicos. Depois, os construíram metas chaves a serem atingidas e, por fim, apresentaram os resultados da construção do portifólio de iniciativas estratégicas, os quais deverão ser atingidos em até 100 dias, 06 de abril e, para isso, contarão com apoio da gestão e criação do Escritório de Gerenciamento de Projetos Faz+ Salvador, que terá um ambiente físico e digital, bem como metodologias, ferramentas e apoio especializado para o desenvolvimento do portifólio de projetos da Sefaz. 

“Nosso objetivo principal é definir as prioridades para modernizar sistemas e capacitar equipes para garantir ao cidadão soteropolitano, que paga seus pagas impostos, a justiça e isonomia tributárias, além do melhor e mais transparente atendimento em todos os canais da Sefaz municipal”, garante Victer.  

“Planejar é fundamental para alcançarmos os melhores resultados para a população de Salvador. Estamos fortalecendo a confiança e a transparência junto ao contribuinte para continuarmos garantindo as condições para o desenvolvimento da cidade”, afirmou a Secretária.

A iniciativa teve o intuito de fortalecer as prioridades da gestão, como reduzir despesas, ampliar a arrecadação e promover maior transparência e um melhor relacionamento com os contribuintes - inclusive nas redes sociais- além de ouvir a equipe e traçar caminhos para os próximos anos.

A abertura do contou com a presença do Prefeito Bruno Reis, da vice-prefeita e secretária de Governo (Segov), Ana Paula Matos, do secretário de Gestão (Semge), Thiago Dantas; e da procuradora Geral do Município (PGM), Luciana Rodrigues. Em sua fala, o prefeito ressaltou que a situação fiscal da capital baiana hoje é fruto de uma regra de ouro: o equilíbrio fiscal. Ou seja, a cidade precisa arrecadar mais e gastar menos, no sentido de fazer caixa para realizar investimentos.